domingo, 16 de maio de 2010

Só Um Tempo

Eu não vou atender o celular, nem vou estar online no msn, esperando para te contar as novidades ou disponível para os nossas saídas de amigos, nas quais sempre há um espaço para você na minha corrida agenda de estudante. Sim, eu sei que eu sou infantil, e você sabe isso muito bem. Eu gosto disso. Dá certo com a maioria das pessoas, não com você. O medo de ser irracional ou parecer bobo é mais forte, mesmo sabendo que nesse caso é minha a culpa de não te ter só para mim, e eu não sei o porque de não mudar isso. Acho que ninguém..
Na realidade, talvez eu só não esteja pronto, não significa que eu não queira. No fundo mesmo, eu só quero um pouco mais do seu tempo, das suas risadas, do seu abraço...
Algo que você já deve ter encontrado em outra pessoa, mas eu não ligo. Se você pudesse apenas dividir isso comigo. Aceitar meus ciúmes, crises, meu choro, e no final correr para me acalmar, então você entenderia que tudo isso foi para te ter por perto. Todo esse drama será desfeito daqui a alguns dias, e sabe por quê ? Porque eu não consigo ficar muito tempo sem te ver.
Você vai ligar e me deixar recados. Quando me ver vai me dar uma bronca, e perguntar o porque disso. E eu vou dizer que eu só precisava de um tempo, o que não deixa de ser verdade. No final eu vou matar as saudades e tudo estará ótimo para mim, não sei se o mesmo para você. Todo esse jogo faz parte da minha infantilidade, a qual você conquistou e não sabe.

Um comentário:

Bruno disse...

Dá uma passada lá no meu blog. Deixei algo pra você
;)